quarta-feira, 25 de julho de 2018

FAB desloca 2 aviões para buscar ministros em aeroporto

Jatos levaram Moreira Franco e Raul Jungmann do Galeão para Santos Dumont
O Globo
A Força Aérea Brasileira (FAB) deslocou dois jatos executivos da base aérea do Galeão em direção ao aeroporto Santos Dumont para o embarque de dois ministros, que estavam no Rio de Janeiro e iam para Brasília no sábado. As viagens envolveram os ministros da Segurança Pública, Raul Jungmann, e de Minas e Energia, MoreiraFranco. O caso foi revelado pela Bandnews e confirmado pelo GLOBO.
Por meio de nota, a Força Aérea Brasileira informou que “sugere o compartilhamento de aeronaves sempre que possível”, mas que os voos de volta solicitados pelos ministros tinham intervalos de decolagens superiores a três horas “inviabilizando o compartilhamento”.
No próprio site da FAB, contudo, o registro dos voos mostra uma diferença de duas horas e quarenta minutos entre cada decolagem: Jungmann deixou a capital fluminense às 14h05m, e Moreira às 16h45m.
“A escolha do aeródromo para pouso ou decolagem fica a cargo da autoridade solicitante, porém, esta escolha está condicionada à viabilidade operacional do aeródromo”, disse a FAB.
Em nota, no entanto, a assessoria do Ministério da Segurança Pública informou que “a FAB atende as solicitações de autoridades dentro de uma logística própria na qual não interferimos”. A assessoria de Moreira Franco também atribuiu à FAB as manobras das duas aeronaves, que precisaram fazer um trajeto mais caro do que se os ministros fossem de carro ao Aeroporto do Galeão, na Ilha do Governador, a 18 quilômetros do Santos Dumont. “A utilização do trecho (Base Aérea do Galeão para o aeroporto Santos Dumont) pode ter acontecido por necessidade operacional da própria FAB”, diz a assessoria do Ministério de Minas e Energia.
Foram utilizados dois jatos executivos C-99 Vip, da Embraer, com capacidade para 12 passageiros e três tripulantes. A assessoria de Jungman admitiu que o ministro poderia ter ido ao Galeão para embarcar no voo da volta e que já havia sido marcado de retornar a Brasília no horário do almoço no sábado.
ENCONTRO EVANGÉLICO
De acordo com a assessoria do ministro, o fato excepcional foi que, na ida ao Rio de Janeiro na sexta-feira, a aeronave usada pelo presidente Michel Temer estava parada no Santos Dumont o que fez com que o avião do ministro tivesse que pousar no Galeão, o que não estava previsto inicialmente. Oficialmente, Jungman deixou o Rio às 14h05m de sábado.
Às 16h45m foi a vez de Moreira Franco deixar a capital fluminense rumo a Brasília, também do aeroporto Santos Dumont. Por meio de nota, sua assessoria informou que ele foi cumprir agenda com o presidente Michel Temer na sexta-feira, na 35ª Convenção Internacional da Associação de Homens de Negócio do Evangelho. A assessoria, porém, não informou nenhuma agenda oficial de Moreira no sábado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário