Câmara de Araripina

Câmara de Araripina

UNICLINIC DO ARARIPE

sábado, 28 de março de 2015

Supervisor Regional do DNIT visita Araripina

A convite do presidente da Autarquia de Transporte e Trânsito de
Araripina (ATTA), Sebastião Arrais, o Supervisor Regional do DNIT
Dr.Lincoln Robson, esteve na manhã de ontem (27), reunidos na sede da
Autarquia, aonde foi tratado, sobre a quantidade de acidentes, que
estão ocorrendo na BR 316, que margeia a cidade. Depois da reunião a
comitiva se deslocou com Dr. Lincoln Robson, visitando os pontos
críticos, na BR 316, que necessitam urgente de medidas, para coibir
velocidade e assim evitar acidentes.
Devido compromissos relacionados a enchente que atingiu a cidade de Araripina o prefeito ALEXANDRE ARRAES, esteve ausente a esse compromisso e coube ao presidente da ATTA recepcionar e acompanhar o Dr. Lincoln Robson e sua comitiva. Foram visitados, os seguintes pontos críticos, na BR 316, o trevo que dá acesso a Vila Santa Maria, a entrada do bairro Cavalete 2, o cruzamento da Vila Bringel para a escola José Bonifácio e o sítio Cajueiro, região de muitos acidentes com vítimas fatais.
Dr. Lincoln Robson, deixou claro que todos os casos serão analisados, pela engenharia do DNIT e que soluções serão implantadas em breve. --  Atenciosamente, ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA

Com Dilma, PIB é o mais fraco desde Collor

Da Folha de S.Paulo - Gustavo Patu e Pedro Soares
Com derrocada dos INVESTIMENTOS e desânimo no consumo, os brasileiros ficaram mais pobres no ano passado, o que pôs fim à política econômica iniciada em 2009.
Dados divulgados nesta sexta-feira (27) mostram que o Produto Interno Bruto, a medida da produção e da renda do país, cresceu apenas 0,1% em 2014.
Insuficiente até para acompanhar o aumento da população, a taxa significa uma queda de 0,7% na renda nacional média por habitante, que ficou em R$ 27.229 --ou R$ 2.269 mensais.
Os dados mostram uma retração aguda dos INVESTIMENTOS, ou seja, dos gastos de empresas e governos em obras de infraestrutura e compras de equipamentos destinados a ampliar a capacidade de produção. A queda, de 4,4%, foi a maior em 15 anos.
O consumo das famílias, esteio da economia e evidência da ascensão social nos anos Lula, perdeu ritmo pelo quarto ano consecutivo e cresceu apenas 0,9%, ante taxas acima de 6% comuns na década passada.
A queda ajuda a entender por que a política de expansão de gastos públicos, desonerações tributárias e crédito subsidiado deu lugar a um ajuste fiscal ortodoxo no segundo mandato da presidente Dilma Rousseff.
Iniciada há seis anos para enfrentar a crise global, a estratégia desenvolvimentista teve sucesso inicial e foi decisiva na primeira eleição de Dilma. Os resultados, porém, foram declinantes.
Rombos crescentes nas contas do governo alimentaram a dívida pública e a inflação, contida artificialmente com o controle de tarifas, o que comprometeu o caixa das empresas estatais.
Mesmo com uma revisão para cima dos resultados do PIB promovida pelo IBGE, o crescimento médio anual no governo da petista não passou de 2,1%, o pior desde as recessões dos anos Collor.
No papel, o resultado de 2014, acima de zero, foi melhor que o de 2009, quando o PIB encolheu 0,2%. Aquele ano, porém, diferentemente do ano passado, foi encerrado com a economia em franca recuperação.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Mãos a obra para atender a quem precisa

araripina

As equipes espalhadas pelos bairros mais prejudicados pela grande chuva desta quarta feira (25), e mais o Comitê central que funciona no Corpo de Bombeiros, tiveram uma manhã de ações, planejamentos e visitas aos locais mais atingidos.
araripina2araripina1
O prefeito Alexandre Arraes e a primeira-dama Roberta Arraes, acompanhados por parte da equipe montada para apoio aos desabrigados, do Líder do Governo, Vereador Francisco Edivaldo, secretários e ainda com o representante da Defesa Civil de Pernambuco, Major. Vitoriano, percorreram diversas localidades, contudo ficaram impressionados com o efeito da chuva, no prejuízo as pessoas e ao próprio município com várias ruas estragadas.
araripina4araripina3
“Por onde andamos vimos que erros cometidos no passado, desafiam a natureza e claro, mais cedo ou mais tarde ela reage.  Hoje nosso trabalho é o enfrentamento para que não falte o básico, mas não vamos permitir que nossos conterrâneos sofram ainda mais morando em condições sub-humanas, vamos trabalhar para estruturar essas localidades, cujas imagens falam por si”, disse o prefeito Alexandre Arraes.
Assessoria de Comunicação Estratégica – PMA (Fotos- Fabiano Alencar)

quinta-feira, 26 de março de 2015

MENSAGEM DO PREFEITO ALEXANDRE ARRAES AO POVO DE ARARIPINA

Minhas amigas, meus amigos, nossa cidade acordou na manhã de ontem (25) de uma forma que não estamos acostumados. A chuva, sinal de alegria para nossa gente, dessa vez trouxe, além do líquido precioso, transtornos dos mais diversos para o município e muitas famílias. Peço um minuto da sua atenção para realizar algumas colocações necessárias nesse momento:


1) A equipe da Prefeitura de Araripina iniciou os trabalhos visando diminuir os efeitos do temporal logo às 5 da manhã. Destinamos todos os nossos esforços para amenizar o sofrimento das pessoas mais afetadas com a enchente. Essas atividades entraram pela madrugada, inclusive com pessoal de plantão para o caso de termos mais chuvas dessa magnitude;

2) Abrigamos as pessoas que ficaram sem local para dormir na Escola Luzanira Ramos, bem como cuidamos de fornecer alimentação para todas elas;

3) Estivemos pessoalmente nos bairros mais abalados pelas águas e tranquilizamos os seus moradores. Aproveito a oportunidade para reforçar o que dissemos: o trabalho da Prefeitura de enfrentamento a esse desastre não vai parar enquanto não restabelecermos o bem-estar da população;

4) Conseguimos, junto ao Governo do Estado, que uma equipe da Defesa Civil permaneça no município até que tudo esteja sob-controle. Inclusive, cada bairro prejudicado está contando com um subcomitê, responsável por intermediar as demandas junto ao Comitê Central;

5) Queremos agradecer ao governador Paulo Câmara pelo pronto atendimento das nossas solicitações, como também transmitir a nossa gratidão ao Corpo de Bombeiros, à Polícia Militar, Polícia Civil, imprensa, clubes de serviço, dentre outras organizações. E, de modo especial, nosso muito obrigado a todo povo de Araripina pela solidariedade demonstrada e compreensão da importância de cada araripinense neste momento árduo para nossa cidade;

6) Por fim, expressar o nosso alívio em que os prejuízos tenham sido, pela graça de Deus, tão somente no campo material. Seguiremos firmes, trabalhando intensamente para devolver às pessoas mais afetadas o sossego e a tranquilidade. Mais do que concreto, a nossa prioridade é o povo de Araripina.

Alexandre Arraes
Cidadão araripinense, Prefeito de Araripina

FHC: Se a eleição fosse hoje, Lula perderia

Ex-presidente da República, o sociólogo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) começa a adotar uma nova postura desde que deixou de comandar o país. Agora, o presidente de honra tucano começa a aparecer com frequência na imprensa como um dos maiores críticos do governo da presidente Dilma Rousseff (PT) e até faz apostas sobre os cenários eleitorais. Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o “novo FHC”, que antes tinha um perfil mais discreto, defende que, num cenário hipotético, se o ex-presidente Lula disputasse novamente a Presidência da República, seria derrotado nas urnas.
“E vou dizer uma coisa arriscada: o Lula perde hoje. Hoje, o Lula perde. Mas não penso eleitoralmente. Sou democrata. Não vou dizer: ‘Então vamos fazer o impeachment porque o Aécio ganha, o Geraldo ganha, ou eu ganho’. Não estou dizendo que nunca vai se chegar a tal ponto (do impeachment). Não sei”, defendeu o tucano. O ex-presidente Lula é cotado como possível candidato do PT à Presidência da República nas eleições de 2018.
FHC, no entanto, reforçou seu discurso de que, ainda, não há argumentos legais e jurídicos que sustentem o impeachment da presidente reeleita Dilma Rousseff. “Em 2005 havia possibilidade legal de pedir impeachment (do ex-presidente Lula). Por que não teve? Porque a rua não estava nessa posição. O impeachment não é um ato simplesmente técnico. Cria um fosso, um mal-estar historicamente ruim. Agora, quem está processando a Dilma por algo que ela fez? Não tem. Quer dizer que não venha a acontecer? Não sei”.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Comitê de Apoio as vítimas da enchente

O prefeito Alexandre Arraes, acompanhado da primeira Dama Roberta Arraes, desceram no Aeroporto de Araripina, por volta das 16h, com os oficiais da CODECIPE - Cia de Defesa Civil de Pernambuco e foram direto para o bairro do Zé Martins, o mais prejudicado com o temporal.Feita a observação, em seguida as falas para os moradores que eles não estavam sós, que a Prefeitura de Araripina nas suas diversas secretarias estariam presentes juntos com os órgãos do Estado e a população solidária de Araripina.

No mesmo instante começaram as táticas para enfrentamento do problema que podemos assim resumir:

1- Criação de um comitê central para funcionar em local amplo e que receberá as demandas;

2- Assistência nos lugares afetados quanto a limpeza, segurança, saúde, de onde não sairão as equipes da Polícia Militar, Defesa Civil, Agentes de Saúde, até que esteja restabelecida a normalidade;

3- Criado os subcomitês em cada bairro prejudicado para intermediar as demandas com o Comitê Central;
4- A defesa civil ficará até que tudo esteja sob controle.
5- Cadastro das pessoas e casas prejudicadas a fim de que possam receber melhor assistência.

6- Cada secretaria terá um representante no comitê e estes funcionarão nas igrejas dos bairros prejudicados.

7- Alimentação desde agora, com entrega de cestas básicas para a população atingida;

8- Avaliação dos imóveis para os que estiverem precários não serem habitados.

Estes foram os principais pontos definidos na reunião do Gabinete do Prefeito, junto com a sua equipe, os oficiais do Corpo de Bombeiros e a presença dos oficiais enviados pelo governador Paulo Câmara, membros da CODECIPE, e ainda o vice prefeito Valmir Filho, os vereadores Francisco Edivaldo e Tico de Roberto, representando o Poder Legislativo.
Com efeito, este corpo composto com estas agremiações sob a liderança do prefeito Alexandre Arraes, será de fundamental importância para que os araripinenses vitimados pela cheia, tenham a devida assistência.


ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA _ PMA

terça-feira, 24 de março de 2015

Lagoa do Barro: PEGADOS NO SERVIÇO

A Prefeitura de Araripina, em decisão do prefeito Alexandre Arraes, resolveu enfrentar os problemas antigos da estrutura existente, com soluções novas.

Homens, máquinas e muita vontade de diminuir os males desta herança que é a precária rede de esgotos e calçamentos. Mas não para aqui, em uma ação conjunta das secretarias de Infraestrutura e Secretaria dos Distritos, Vilas e povoados, coordenadas pelos secretários Leonardo Batista e Danda Simeão, O Vereador Francisco Edivaldo, todos empenhado em  um verdadeiro mutirão chega nas comunidades para fazer entre outros serviços:
- Limpeza geral



-Manutenção do calçamentos
-Manutenção dos esgotos
- Poda de árvores
-Estradas etc.

Mesmo com as dificuldades que sofrem os municípios, a prefeitura de Araripina concentra esforços para se fazer presente em todos os lugares e levando ações para todas as áreas, fazendo acreditar que a ação é melhor que a crítica vazia e que o trabalho é melhor que o discurso.

GOVERNADOR LANÇA FEM 2015 E ESCRITÓRIO DE PROJETOS DURANTE CONGRESSO DA AMUPE

paulo camaraO governador Paulo Câmara anunciou, nesta segunda-feira (23), a terceira edição do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM), que vai disponibilizar R$ 263 milhões para investimentos nas cidades pernambucanas em infraestrutura, educação, saúde, segurança, desenvolvimento social, meio ambiente e sustentabilidade. O valor deste ano é superior aos aportes que foram destinados à iniciativa em 2014 e 2013, respectivamente, R$ 241 milhões e R$ 228 milhões. O anúncio foi feito durante a abertura do 2° Congresso Pernambucano de Municípios, promovido pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), no Centro de Convenções.
O chefe do Executivo pernambucano também anunciou a criação de um Escritório de Projetos, que funcionará como um núcleo de apoio aos municípios. Por meio da entidade, que será coordenada pela Secretaria estadual de Planejamento e Gestão (Seplag), o Governo oferecerá apoio às prefeituras na captação e administração de recursos e convênios; na promoção de capacitações técnicas; no gerenciamento e fiscalização de obras; na prestação de contas e na criação de material técnico como modelos de editais de licitação e termos de referência. O investimento será de R$ 10 milhões.
Com as duas ações, o Governo reforça o auxílio aos municípios em tempos de crise. De acordo com o governador, a iniciativa de Pernambuco servirá de exemplo para outros estados da Federação. “O investimento que é feito nas cidades repercute no Estado como um todo. São obras que geram emprego e renda, melhorando a qualidade de vida do nosso povo. O prefeito é aquele que está mais próximo da população. Esse prefeito tem que ter os meios de cumprir o seu papel. Por isso, teremos mais um FEM em 2015. Eduardo Campos teve a feliz ideia de lançar esse fundo, em 2013. Não tenho dúvida que cada prefeito que está aqui presente teve a oportunidade de fazer obras com esses recursos. E eles terão essa mesma oportunidade este ano”, destacou Paulo Câmara.
Para o governador, “o FEM faz aquilo que precisa ser feito”. “O prefeito tem a liberdade, de acordo com as demandas que recebe do seu município, de escolher a área que é mais fundamental. Se é um calçamento, se é fundamental reformar um posto de saúde, resolver algum problema na escola. Vamos seguir consolidando práticas que são boas. Não vamos retroceder em relação às políticas que deram certo com Eduardo Campos”, assegurou Câmara.
Os Planos de Trabalhos dos Municípios (PTMs) para a versão 2015 devem ser apresentados a partir de 6 de abril. O Conselho Estadual de Apoio aos Municípios, coordenado pela Seplag com a participação de diversos outros órgãos e secretarias, é o responsável por analisar e aprovar os planos. A liberação dos recursos será feita em quatro parcelas equivalentes a uma cota média mensal do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A primeira parcela será paga 30 dias após aprovação do PTM. O prazo para as prefeituras concluírem as obras é 31 de dezembro de 2016.
No início de março, durante evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o governador anunciou a criação do FEM Mulher. Com os R$ 12 milhões disponíveis para o fundo, os municípios pernambucanos poderão priorizar ações de fortalecimento sociopolítico e econômico das mulheres, além de dar capilaridade às políticas públicas de gênero. Cada cidade receberá um valor equivalente a 5% dos recursos da cota do seu FPM. Para tal, é preciso que as prefeituras tenham, formalmente, em sua estrutura, uma instância voltada à área (diretoria, gerência, secretaria).
paulo camara1COMPROMISSO - A necessidade de criação do Escritório de Projetos, um compromisso de campanha do governador, surgiu após a constatação de que as prefeituras enfrentavam dificuldades para concluir as obras das edições anteriores do FEM. Os municípios interessados em receber os recursos de financiamento ofertados pelo Escritório devem ficar atentos ao calendário, e fazer o cadastramento de sua proposta entre 1º de abril e 30 de maio próximos, através do site www.seplag.pe.gov.br. Lá, estarão disponíveis as informações sobre os critérios para inscrição das propostas, a documentação exigida, entre outras informações. Até 30 de junho, a Seplag irá analisar e selecionar as propostas apresentadas. O resultado será divulgado até 30 de julho, de modo que a primeira parcela saia em 30 de agosto, como termo de adesão (20% do valor aprovado).
Serão disponibilizados até o limite de R$ 200 mil por proposta. No caso de consórcio de municípios, o valor limite por proposta será diferenciado: R$ 300 mil, para consórcios com duas cidades e R$ 400 mil, para entidades com três ou mais cidades. A prioridade será das cidades que apresentarem suas propostas consorciadas, com ações regionalizadas, e que estiverem integradas com linhas de financiamento já garantidas, sendo o projeto a contrapartida do município. Será levado em consideração, também, se as proposições beneficiam a população de municípios de baixo IDH; se a área beneficiada tem maior adensamento populacional; se área é de baixa renda, ou sujeita a fatores de risco, insalubridade e degradação ambiental.
Os cursos acontecerão no Sertão, de 25 a 29 de maio; no Agreste, de 8 a 12 de junho; e na Região Metropolitana do Recife, de 15 a 19 de junho. As formações serão nas áreas de Fiscalização de Obras Públicas e Prestação de Contas; Captação de Recursos e Convênios; Modelo de Gestão e Orçamento Público.
“Nós queremos que tenham mais projetos de consórcio, porque isso estrutura uma região como um todo. E o Governo do Estado dará todo o apoio, tanto para a captação desses recursos, quanto para a execução desses projetos e prestação de contas”, pontuou Paulo Câmara, salientando que o Escritório de Representação do Governo em Brasília também estará disponível para ajudar as prefeituras.
Secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral afirmou que o Escritório de Projetos, assim como o FEM, “é uma medida fundamental para que as prefeituras possam retomar a realização de investimentos, cuja execução das obras e das ações foram comprometidas pela fragilidade das finanças municipais, agravadas pela crise econômica que assola o País”. (Secretaria de Imprensa/Fotos: Roberto Pereira/SEI)

segunda-feira, 23 de março de 2015

Prefeito de Araripina doa terreno para construção do novo Fórum Civil

O prefeito de Araripina ALEXANDRE ARRAES, doou ao Tribunal de Justiça
de Pernambuco (TJPE), um terreno para a construção do novo Fórum, o
atual, pequeno e sem estrutura física para atender a grande demanda de
processos, audiências e julgamentos, o prédio está completamente
absoleto e sem condições nenhuma de funcionar, outro problema, é a
falta de um arquivo adequado para livros e processos findos, onde o mofo
e as traças está destruindo documentos.

No último dia 20 o prefeito ALEXANDRE ARRAES, acompanhado da primeira
dama Roberta Arraes, da presidente da OAB seccional de Araripina Dra.
Gabriela Reis Feitosa Batista, do presidente da OAB Pernambuco Dr. Pedro
Henrique e da advogada Diana Câmara, estiveram na sede do Tribunal de
Justiça de Pernambuco, com o presidente Dr. Frederico Neves, para
oficializar a doação do terreno, para a construção do novo Fórum de
Araripina.

TRABALHO HUMANIZADO DA CASA DE APOIO TEM RECONHECIMENTO DE PACIENTES

A Casa de Apoio de Araripina na capital pernambucana vem recebendo a cada dia o reconhecimento por parte dos usuários que precisam se hospedar no local para fazerem os seus respectivos tratamentos médicos: o chamado TFD – Tratamento Fora de Domicílio.

A equipe da Casa de Apoio vem cumprindo fielmente as orientações e determinações do prefeito Alexandre Arraes e promovendo um tratamento humanizado aos usuários que recebem toda a atenção e o carinho dos servidores municipais. A Secretária de Saúde, Glória Beatriz, se reúne constantemente com a equipe da Casa de Apoio, buscando informações e procurando melhorar ainda mais o atendimento aos usuários e seus familiares.
“A orientação do prefeito Alexandre Arraes é que todos sejam tratados de forma humanizada, com atenção, carinho, amor e dedicação por parte dos funcionários. A Casa de Apoio é uma grande família e todos trabalhamos dentro dessa linha de humanização e carinho, tendo sempre como conforto a palavra de Deus”, disse a secretária Glória.
Os pacientes que chegam à Casa de Apoio recebem além da devida atenção, todas as orientações a respeito de consultas e exames. Além disso, a Casa de Apoio oferece para os pacientes um ambiente confortável, seguro e de harmonia. Os próprios pacientes reconhecem os ótimos serviços prestados pela Casa de Apoio.
Assessoria de Comunicação Estratégica - ACE

Fernando Bezerra Coelho confirma audiência pública do Senado em Petrolina para discutir fruticultura irrigada e estiagem

Fernando FBCPetrolina sediará, no próximo dia 10 de abril, uma audiência pública para discutir a situação da fruticultura irrigada e a estiagem no Vale do São Francisco. A iniciativa é do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), que confirmou o evento com o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi. Todos os integrantes da comissão de Agricultura do Senado deverão participar.
O senador fez um pronunciamento sobre o tema no dia 6 de março, na Tribuna do Senado. Na ocasião, ele chamou a atenção do Governo Federal e apresentou uma pauta de reivindicações entregue pelos produtores da região, que prevê medidas como a suspensão do plantio de novas áreas internas e externas nos perímetros irrigados, a aquisição de equipamentos de bombas flutuantes para bombeamento subsidiários, obras estruturais nos canais de chamada que permitam plena captação do sistema de bombeamento, e a retirada da tarifa bandeira vermelha dos consumidores, cuja energia se destina a irrigação de áreas localizadas na região do semiárido nordestino.
“Temos 94% dos empreendimentos de irrigação no Vale do São Francisco compostos por pequenos produtores com até 20 hectares de terra plantados. Se não tivermos ações do Governo Federal para minimizar os efeitos da estiagem, o setor será gravemente atingido, gerando muito desemprego”, disse Fernando.
O ministro Gilberto Occhi, que garantiu empenho para a produção no Vale do São Francisco, confirmou a participação de representantes do ministério na audiência pública.
Região
O Vale do São Francisco está entre os maiores produtores de fruticultura irrigada do mundo, com um faturamento anual que ultrapassa os R$ 2 bilhões, sendo R$ 440 milhões resultado das exportações de uvas e mangas. Este arranjo produtivo envolve municípios de Pernambuco e da Bahia e gera mais de 240 mil empregos diretos. (Foto: divulgação)

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO ASSINA PARCERIA COM O PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas.

A Secretária Municipal de Educação de Araripina Cybele Lima Batista Arraes assinou dia 17/03/2015, a parceria com o PROERD - Programa Educacional de Resistência às Drogas.
O Programa consiste em uma ação conjunta entre as Policias Militares, Escolas e Famílias, no sentido de prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes, bem como ajudá-los a reconhecer as pressões e as influências diárias que contribuem ao uso de drogas e à prática de violência, desenvolvendo habilidades para resisti-las.
O PROERD é mais um fator de proteção desenvolvido pela Polícia Militar para a valorização da vida, que imbuída de sua missão institucional, vem de uma sociedade mais saudável e feliz.
Em Araripina, o programa será implantado em dez escolas municipais: Escola Eduardo de Sousa Carvalho, Escola Guiomar Costa Reis, Escola José Ferreira Lopes, Escola José Neri de Oliveira, Escola Juscelino Kubitschek, Escola Luiz Pedro Florêncio, Escola Nossa Senhora da Conceição, Escola Professora Maria Luzanira Muniz Ramos, Escola Antonieta Salatiel A. Arraes e Escola Adelino Pereira de Sousa, atendendo mais de mil alunos de 3º, 4º e 5º ano.
Essa é mais uma ação que fortalece a missão e valores da Secretaria Municipal de Educação que tem foco na valorização humana, solidariedade, transparência, respeito ao meio ambiente, ética e compromisso, possibilitando aos cidadãos o exercício da autonomia e democracia ativa.

Congresso fará do tigre um gatinho

Carlos Chagas
Arrisca-se a presidente Dilma a novo escorregão: anuncia que só cuidará da reforma do ministério, mesmo pontual, depois de o Congresso aprovar o ajuste fiscal. O problema é que da forma como as medidas provisórias foram encaminhadas, elas não passam. Nem o PT concorda com a redução do salário-desemprego e as limitações para as viúvas receberem pensões. As centrais sindicais, inclusive a CUT, são contra. O empresariado, com vasta influência  sobre deputados e senadores, já  atua para impedir o fim da desoneração das folhas de pagamento. O aumento  de impostos será barrado por inconstitucional, se insistirem na sua aplicação para o  ano em curso. E assim por diante. 
Está o Congresso preparado para transformar o tigre num gatinho. O próprio ministro da Fazenda, Joaquim Levy, sabe disso, tanto que desmentiu a hipótese de pedir demissão caso suas propostas venham  a ser rejeitadas. Continua trabalhando,  até  visita  o presidente da Câmara toda semana, mas suas esperanças diminuem. 
Além da reação específica  a cada uma das maldades  desejadas pela equipe econômica, registra-se a união dos  trabalhadores com  a classe média contra o  modelo adotado por Dilma, de seguir a receita  aviada na Europa pelos países ricos para debelar a crise nos países pobres. Afinal, cortes nos investimentos sociais, demissões crescentes, endividamento e  elevação de impostos penalizam os mesmos de sempre. 
A presidente Dilma ainda teria condições de obter a aprovação de uma parte das medidas do ajuste caso contrabalançasse os sacrifícios exigidos dos assalariados,  dividindo-os com as elites. O imposto sobre grandes fortunas e sobre as heranças, por exemplo. E a limitação do lucro dos bancos e   das remessas de lucro das multinacionais para o exterior, assim como  a  taxação de terras improdutivas. Como dessas iniciativas não se ouve falar no palácio do Planalto, a conclusão  surge óbvia: o governo será derrotado em suas pretensões. 

quinta-feira, 19 de março de 2015

Dilma tem 62% de rejeição e 13% de aprovação, diz o Datafolha

Dilma Rousseff - reprodução internet
Pesquisa do Datafolha divulgada nesta quarta-feira revela que a avaliação negativa do governo da presidente Dilma Rousseff subiu de 44% em fevereiro para 62% após as manifestações do último domingo.
Já a avaliação positiva caiu de 23% no mês passado para apenas 13% neste mês de março.
De acordo com o Instituto, essa é a mais alta taxa de reprovação de um presidente da República desde setembro de 1992, véspera do impeachment do então presidente Fernando Collor. À época, a reprovação de Collor era de 68%.
As taxas mais altas de rejeição estão concentradas nas regiões Centro-Oeste (75%) e Sudeste (66%). Já a região Norte é que tem a maior taxa de aprovação (21%).
O Datafolha entrevistou 2.842 entrevistados em 172 municípios entre segunda (16) e terça-feira (17) desta semana. A margem de erro da pesquisa é 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.
O instituto ouviu também a opinião dos brasileiros a respeito do Congresso. A pesquisa mostra que somente 9% consideram ótimo ou bom o desempenho dos deputados e senadores. Para 50%, a atuação dos congressistas é ruim ou péssima.

Prefeito preso pela PF ao pegar suborno

Mauro Henrique Chagas (PT), prefeito de São Sebastião do Alto, na Região Serrana do Rio, foi preso pela Polícia Federal na BR-101, em Macaé, nesta quarta-feira (18). Segundo a PRF, ele foi abordado durante o pagamento de uma propina no valor de R$ 100 mil, exigida por ele mesmo, para que um empresário pudesse começar obras nas áreas de saúde e saneamento no município. O valor representa 10% de duas licitações para a execução dos serviços.
O ponto de encontro para o recebimento da propina foi um posto de gasolina às margens da BR-101. "O empresário já sabia da operação e colaborou com a Polícia Federal. Os agentes usaram ROUPAS de uma suposta empresa de terraplanagem para fazer o flagrante, cercando o carro do prefeito", diz a PRF.
Mauro Henrique Chagas era vice-prefeito de Carmond Bastos (PT) e assumiu a prefeitura em abril de 2013. O prefeito eleito Carmond Bastos foi afastado do cargo após denúncias de irregularidades administrativas e instauração de uma CPI na Câmara de Vereadores. Carmond foi condenado por oito crimes, entre eles, fraudes em dispensa de licitação e aumento do próprio salário, sem lei que autorize.

Mobilização da Dengue-COHAB

A Prefeitura de Araripina, por meio do Departamento de Vigilância, da Secretaria Municipal de Saúde - realizou dia 16 de março p.p., na sede da Vigilância em Saúde sob a orientação da sua diretora, Vera Dias, uma reunião do COMITÊ DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL CONTRA A DENGUE, com a presença de gestores da Creche Mª Anita Santiago Alencar - Gestora Alcionete Pereira de Melo Lacerda, da ESCOLA ANTONIETA SALATIEL ALENCAR ARRAES - Gestora Ivoneide Irene Oliveira, Enfermeira da Estratégia de Saúde da Família da COHAB e Enfª Sabrina Mota, Coordenadora da ESF Enfª Janete Moraes - Coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Enfª Elda Leão e os supervisores de campo do programa de Endemias de Araripina (Edvaldo Batista, José Francisco, Fco Edelmar, Helliakim Batista, Analberg de Sousa, Èlcio Batista, Francisco Demontiê e Ney Delmondes).

Tendo em vista o crescente número de casos suspeitos de DENGUE, no momento ainda sem confirmações sorológicas, pois os exames são feitos pelo LACEN em Recife, mas devidos ao tempo chuvoso e a insuficiente quantidade de material de combate químico da larva do mosquito, o Comitê saiu na frente e promoveu uma MOBILIZAÇÃO SOCIAL DE COMBATE AO MOSQUITO no bairro COHAB, mobilizando o corpo técnico e a comunidade que já sofreu dois dois casos positivos de Dengue (sorologia particular). A programação envolve Atividade educativas nas escolas acimas citadas, e ainda a Escola de Aplicação Raimunda Reis de Alencar na semana de 23 a 27/03.

A culminância será no dia 31/03(terça-feira) pela manhã no bairro COHAB, mais precisamente no pátio da Igreja São José, com um grande movimento educativo envolvendo vários setores ligados à prefeitura de Araripina e toda comunidade local.
Para o prefeito Alexandre Arraes em sintonia com a secretária de saúde Glória Beatriz, iniciativas deste gênero, promovem a precaução para a saúde em si e o mais importante, desperta a consciência e a educação para convivência com essa terrível ameaça, assim concluindo: “As pessoas do município estão percebendo quem está buscando soluções, quem exatamente trabalha e claro, observando quem apenas fala sem fazer nada para melhorar”

quarta-feira, 18 de março de 2015

OAB debate novo Código de Processo Civil

Do Blog da Folha
O novo Código de Processo Civil (CPC) será debatido, hoje, a partir das 18h, no auditório do Fórum de Olinda. A iniciativa faz parte da Caravana do Novo CPC, promovida pela Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Pernambuco (OAB-PE), em parceria com a Subseccional OAB de Olinda.
Na ocasião, os conselheiros da OAB-PE Marco Aurélio Peixoto e Alexandre Bartilloti apresentarão as mudanças trazidas pelo novo Código, sancionado pela presidente Dilma Rousseff (PT), na última segunda-feira.
O presidente da OAB-PE, Pedro Henrique Reynaldo Alves, lembra que a Caravana do Novo CPC irá percorrer todas as áreas de atuação das 27 Subseccionais OAB no Estado. “Já estivemos em Petrolina e, agora, em Olinda”, afirmou.

VEREADOR DIVONA - Solicitando Pavimentação do trecho da Avenida Luiz Lopes de Carvalho, Distrito de Bom Jardim do Araripe, neste Município.

O vereador Divona da Rancharia (PRTB), vem trabalhando incansavelmente para solucionar problemas no Distrito de Bom Jardim do Araripe.

Em suas atuações, aonde ele reivindica melhorias para o distrito que ele representa, está a Pavimentação do trecho da Avenida Luiz Lopes de Carvalho. Essa reivindicação do vereador é valida.

Com a parceria entre o prefeito de Araripina Alexandre Arraes, o Vereador consegue atender as reinvindicações do povo do Distrito de Bom Jardim do Araripe.

O vereador Divona também já solicitou que fosse construída uma creche no local aonde funcionava a antiga Casa de Farinha do distrito. Em outra ação do vereador ele pede também a construção de uma Casa de Apoio aos Idosos e a Iluminação do campo de Futebol do Distrito de Bom Jardim do Araripe.


É dessa maneira, que o vereador Divona vem representando com bastante disposição, todos os moradores do Distrito de Bom Jardim do Araripe... 

CREA-PE INICIA, EM ARARIPINA, SEMANA DE INTENSO TRABALHO EM PARCERIA COM O CREA-PI

Aconteceu na noite da ultima terça-feira (17) na Câmara de Vereadores de Araripina, a Rodada de Palestras sobre a questão da água na Região do Araripe. Promovida pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco, a discussão veio à tona, em virtude da perfuração de poços que está sendo feita em Araripina para abastecer os canteiros de obra que estão instalados na cidade de Marcolandia (PI), que faz limite com o Estado de Pernambuco, onde esta sendo construído o Parque Eólico Chapada do Araripe.
Como a oferta hídrica da Região do Araripe já é deficitária, a preocupação é que, com a evasão da água que está sendo retirada do lençol freático pernambucano, o problema possa ficar ainda pior, causando o desabastecimento da população das cidades pernambucanas.
Para esclarecer algumas questões relativas ao assunto, o presidente do Crea-PE, Evandro Alencar convidou o vice-presidente do Crea-PE, geólogo Waldir Duarte Costa Filho para falar sobre “Águas Subterrâneas na Bacia Sedimentar do Araripe e o diretor da Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), engenheiro civil, Marconi Azevedo, para falar sobre o “Panorama Climático no Semiárido e Outorga do Direito do Uso da Água”.
Além das considerações feitas pelos palestrantes com relação aos cuidados que devem ser tomados na exploração do nosso lençol freático, o presidente, após agradecer a participação dos dois convidados, fez um apelo. “Deixo aqui o meupedido a Apac, extensivo ao CPRM, para que fiquemos todos atentos a essa questão tentando minimizar ao máximo os efeitos danosos que podem trazer para toda a população”, pediu Evandro Alencar.
Agradecendo a participação dos presentes e, mais uma vez, colocando o Crea-PE a serviço dos profissionais e da sociedade, o presidente disse da sua alegria em dar início a uma das promessas de campanha que é levar o Crea para perto de todos. “Sempre que pudermos estaremos aqui”, prometeu o presidente.
Estavam presentes ao evento, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Araripina, vereador Luciano Capitão, o presidente do Crea-PI, engenheiro Paulo Roberto Ferreira de Oliveira, o secretário de infraestrutura de Araripina, Leonardo Batista, o presidente da Associação de Engenheiros e Arquitetos da Região do Araripe (Assengea), Jurandir Paes Landin, o chefe de Gabinete do Crea-PE, Joadson de Souza Santos, o gerente de Fiscalização do Crea-PE, Romildo Cavalcanti, os inspetores do Crea-PE em Araripina, Heleno Mendes Cordeiro, Sandra Cecília Antonino de Almeida, Albério Feitoza Calado e demais lideranças de Araripina e de municípios vizinhos, além de fiscais dos Creas de Pernambuco e do Piauí.
A segunda parte do evento que acontece até a quinta-feira (19), consiste na realização de uma Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), entre os Creas do Piauí e de Pernambuco. “Assim como estou procurando experiências exitosas em outros Creas, sobre diversas atividades, queremos partilhar a expertise do Crea-PI, que já vem executando fiscalização nesse tipo de empreendimento há bastante tempo”, disse o presidente Evandro Alencar, se referindo as obras de instalação de mais de 200 torres que já foram instaladas no Estado vizinho. A FPI está programada para ter início às 8h, desta quarta-feira (18) e contará com as presenças dos presidentes dos dois regionais, do vice-presidente, do chefe de Gabinete e do gerente de Fiscalização do Crea-PE, Waldir Duarte Costa Filho, Joadson de Souza Santos e Romildo Cavalcanti, respectivamente.
Do Parque Eólico, o grupo seguirá para a cidade de Picos (PI), onde acompanharão o trabalho de fiscalização dos agentes do Crea-PI, em outros empreendimentos.
Na quinta-feira, todos os integrantes da FPI participarão de um seminário sobre fiscalização, que será realizado pela equipe do Crea-PI.
Dilma Moura
ASC do Crea-PE

POLICIA CIVIL PATRIMÔNIO DO POVO DE PERNAMBUCO. VALORIZE-A

Como Policiais Civis, temos muitos deveres a cumprir, mas também temos direitos. E é sobre esses direitos que queremos falar. O SINPOL/PE está a partir do dia 06.04.2015, realizando a Operação Policia Cidadã, uma campanha para despertar uma consciência de que o Policial Civil não está só, e que não vamos aceitar, nem admitir mais nenhum abuso que seja cometido no Estado de Pernambuco.


A Operação Policia Cidadã tem o objetivo de informar, conscientizar e proteger a categoria de abusos além de mobilizar contra as injustiças ocorridas quando esta exerce sua função na segurança publica.
O Policial Civil é um funcionário publico, ou seja, trabalha em favor da sociedade, a quem presta um serviço essencial. Para tal, trabalhar com condições dignas, com estrutura técnica apropriada, com equipamentos adequados e com remuneração digna, principalmente exercendo a função para qual foi designado.

Queremos fazer com que nossa Policia Civil seja exemplo de respeito ao servidor publico, tenha eficácia em suas atividades e que possa servir ao cidadão da maneira justa e correta, como todos nós temos direito.


Por André David Rodrigues

terça-feira, 17 de março de 2015

Sertão Central tem o menor índice de homicídios de Pernambuco

8º bpm divulga balançoO 8° Batalhão de Polícia Militar de Salgueiro (PE), responsável pela segurança do Sertão Central, reduziu em 43,8% o índice de crimes violentos letais e intencionais (CVLIs), no comparativo entre 2013 e 2014. Os dados foram divulgados em uma visita ao local, realizada pelo governador Paulo Câmara, no último domingo (15). Se levarmos em conta apenas a cidade de Salgueiro, neste mesmo período, a redução foi ainda maior: 48%.
Para o governador, o Pacto pela Vida, programa criado em 2007, já provou que é uma política exitosa em todo o Estado. “Vamos continuar trabalhando pela segurança pública de Pernambuco. O ano de 2014 não foi fácil, mas o Batalhão de Salgueiro conseguiu cumprir o seu papel, reduzindo o número de homicídios no Sertão Central. Estamos aqui para cumprimentar, agradecer e pedir mais empenho. Queremos um Estado cada vez mais seguro, onde a população tenha uma melhor qualidade de vida“, argumentou Paulo Câmara.
O secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral, cuja pasta é a responsável pela coordenação do Pacto pela Vida, acompanhou a comitiva e ressaltou a importância do trabalho de prevenção na polícia. “O trabalho do Proerd merece nosso respeito e reconhecimento. O que esse núcleo de Salgueiro vem fazendo pela comunidade, sobretudo pelos jovens, é um exemplo a ser seguido“, comentou o secretário, relatando a importância de aproximar a polícia das famílias, mantendo as crianças e jovens longe das drogas e da violência. (foto: Wagner Ramos/SEI/divulgação)

Maioridade penal pode ser votada hoje

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados pode votar hoje a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93 que reduz a responsabilidade penal de 18 para 16 anos. A proposta está na pauta e chegou a tramitar na CCJ na última legislatura, mas não foi votada. A PEC é a mais antiga das cerca de 30 propostas que tramitam na Casa pedindo a alteração na maioridade penal.
Tema polêmico, a proposta de redução da maioridade penal divide especialistas. De um lado, há a ideia de que adolescentes menores de 18 anos têm discernimento para entender que estão cometendo crimes. Portanto, segundo os defensores da redução da maioridade, esses jovens devem ser punidos de acordo com a gravidade do ato.
Por outro lado, defensores da manutenção da maioridade em 18 anos argumentam que a redução da idade para responsabilização penal é uma medida simplista, que pode gerar ainda mais problemas para a segurança pública. Para eles, é preciso ampliar políticas sociais de proteção aos jovens.
De acordo com a Constituição, os menores de 18 anos não podem ser imputados penalmente, por isso ficam sujeitos a punições específicas previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente, as medidas socioeducativas. O relator da PEC, deputado Luiz Couto (PT-PB), apresentou parecer contrário por considerar que as propostas ferem cláusula pétrea da Constituição. Ele argumenta que a PEC desrespeita o Pacto de São José da Costa Rica, tratado internacional de direitos humanos do qual o Brasil é signatário, segundo o qual os adolescentes devem ser processados separadamente dos adultos.