DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Câmara de Araripina

Câmara de Araripina

UNICLINIC DO ARARIPE

terça-feira, 21 de outubro de 2014


Câmara mobiliza deputados por Aécio na reta final

Líderes do PSB de Pernambuco vêm a SP para pedir apoio a Aécio Neves (Marcos Fernandes/ Coligação Muda Brasil)

O governador eleito Paulo Câmara reuniu cerca de 50 deputados estaduais e federais (entre atuais e eleitos) na noite de ontem para pedir engajamento e apoio total nesta reta final de campanha presidencial. Ao lado do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, do senador eleito Fernando Bezerra Coelho, do vice-governador eleito Raul Henry e do presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, Paulo reforçou a necessidade de eleger Aécio Neves no próximo dia 26 de outubro. Encontro semelhante já foi realizado com prefeitos da Frente Popular de Pernambuco.

“Nossos eleitores precisam saber que o voto agora é no 45. Logo, cada uma de nós, deve percorrer os municípios possíveis levando a mensagem de apoio a Aécio. Precisamos transferir nossos votos para a candidatura que representa a mudança e que está comprometida com o povo de Pernambuco e do Nordeste”, ressaltou o governador eleito. Paulo ainda destacou a importância do estado nestas eleições, alertando que Pernambuco terá papel de destaque neste segundo turno.

O prefeito Geraldo Júlio também convocou os deputados a tomarem as ruas nestes últimos dias de campanha. “Devemos nos empenhar ao máximo, unir forças e intensificar o trabalho de disseminar o nome de Aécio. Vamos mostrar que a Frente Popular está unida em torno deste projeto de governo que vai mudar o Brasil e que vai ajudar o governo de Paulo a transformar a vida dos pernambucanos”, disse.

AGENDA - Além de receber Aécio em um grande ato no Recife e em Sirinhaém, município da Zona da Mata Sul, Paulo já realizou eventos em Petrolina e Caruaru, e amanhã comandará uma grande carreata em Arcoverde. Ao longo da semana, outros atos de campanha deverão contar com a presença do governador eleito. 

Presa quadrilha suspeita de roubar bancos e se exibir nas redes sociais

Segundo polícia, exposição na web ajudou a encontrar os quatro suspeitos.
Delegado diz que grupo agia com violência nos estados de Goiás e Tocantins.


A Polícia Civil apresentou nesta segunda-feira (20) uma quadrilha especializada em roubos a bancos que atuava em Goiás e no Tocantins. De acordo com as investigações, após cometer os crimes, os quatro suspeitos postavam fotos com armas e veículos roubados nas redes sociais.
A exposição na web ajudou a polícia a encontrar o grupo. O delegado Alex Vasconcelos, responsável pelo Grupo Antirroubo a Bancos (GAB) da Delegacia Estadual de Investigações Criminais, informou que a quadrilha agia com violência.
"[Eles] eram muito violentos, sempre mantinham pessoas como refém. Mesmo na tomada de veículos, eles levavam o proprietário dos carros para outras cidades, abandonavam eles algemados em estradas vicinais”, explicou.
Com os suspeitos, foram encontrados armas de grosso calibre, coletes a provas de balas e carros roubados durante os crimes.
Presa quadrilha suspeita de roubar bancos que se exibia nas redes sociais em GOiânia, Goiás (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Quadrilha esbanjava armas nas redes sociais e acabou presa (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Irmão de Eduardo Campos ensaia entrada na política

O filho de Eduardo Campos, João Campos, deve ter companhia em sua entrada na vida política. O irmão do governador de Pernambuco morto num acidente aéreo, o advogado Antonio Campos, também discute a possibilidade de uma candidatura. Quem informa é Clarissa Oliveira, no blog Poder Online.
Diz a colunista que a família tem negociado em conjunto a estratégia para manter o capital político no Estado, tudo com participação da viúva Renata Campos.

Aécio vê falta de parceria do governo federal na crise da água de São Paulo

Tucano criticou 'indicações políticas' para diretoria da agência de águas.
Dilma disse na TV que governo de SP 'não demonstrou interesse' em ajuda.

O candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, Aécio Neves, visitou nesta segunda-feira (20) um santuário em Caeté (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte, e reclamou da suposta falta de "parceria maior" do governo federal em relação à crise de abastecimento de água enfrentada pelo estado de São Paulo.
Na visão do candidato tucano, indicações políticas promovidas pela gestão petista para a Agência Nacional de Águas (ANA) teriam comprometido a atuação do Executivo federal na busca de soluções para reduzir os efeitos da estiagem em São Paulo.
"Talvez, o que tenha faltado seja uma parceira maior do governo federal. Por exemplo, a Agência Nacional de Águas, criada no governo Fernando Henrique, se não tivesse no governo do PT servido a outros fins – nós nos lembramos bem quais são, quais foram as indicações, quais os critérios para ocupar cargos da diretoria da ANA – ela [ANA] poderia ter sido parceira maior do governador [Geraldo Alckmin, de São Paulo]", disse Aécio durante visita ao Santuário Nossa Senhora da Piedade, na Grande Belo Horizonte.

Agressividade de Dilma desidratou Aécio na classe C

 A campanha agressiva de Dilma Rousseff desidratou Aécio Neves na chamada classe C, onde Marina Silva começou a perder a vaga no segundo turno, informa a Folha de S.Paulo desta terça-feira. No fim de setembro, a petista abriu sete pontos sobre a candidata do PSB no grupo em uma semana. Agora o movimento se repete: a vantagem de Aécio sobre Dilma no segmento encolheu oito pontos em cinco dias, mostra o Datafolha. A classe C é o principal alvo da propaganda de TV e concentra mais de um terço do eleitorado.
Nas grandes cidades, a variação foi semelhante. Em cinco dias, a vantagem de Aécio sobre Dilma desabou de 9 pontos para 1. Na disputa com Marina, Dilma tirou uma diferença de seis pontos em uma semana nos grandes centros.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Outubro Rosa: Convite


fd31904d059243c98513297cd8c3cb8b

Famosos mortos recentemente são vítimas de fraudadores

Marcos Matsunaga, esquartejado pela mulher em 2012, é o morto mais visado pelos criminosos. Eduardo Campos também virou alvo.











O Fantástico alerta: golpistas podem estar usando o seu nome e o seu CPF para fazer compras, abrir empresas, como se fosse você. E aí é uma dor de cabeça danada para provar que você não tem nada a ver com a história. Até gente famosa - que morreu recentemente - virou vítima dos fraudadores.
Golpistas estão se passando por Sérgio de Almeida Campos: “Tomei um susto, óbvio. Você tem o seu nome atrelado a um crime”, diz o empresário.
Há três anos, Sérgio perdeu os documentos, inclusive o CPF. Logo, a dor de cabeça começou. Criminosos começaram a fazer compras usando os dados pessoais dele. Hoje, as dívidas somam mais de R$ 30 mil. Só com advogado, ele já gastou mais R$ 18 mil.
“As intimações que eu recebo, elas vêm com o meu CPF e o meu nome. Mas o RG, a minha profissão, as informações são todas diferentes”, conta.
A audácia dos bandidos é tanta que eles chegaram a alugar uma casa e colocar o empresário como fiador. Claro que foram embora da casa e não pagaram aluguel nenhum. “Você fica bravo. Fica inconformado com esse tipo de coisa. E aí tem que correr atrás toda vez para resolver”, ressalta.
Este ano, na hora de declarar o Imposto de Renda, a maior surpresa de todas. “Vi que a pessoa fez a declaração usando meu CPF, usando meu nome”, revela Sergio de Almeida Campos.
Os golpistas já tinham feito o Imposto de Renda para ele.
E olha a ousadia dos bandidos: eles acompanham o noticiário e quando acontece algum acidente ou crime de repercussão, eles agem.
A Policial Federal Joana Batalha foi uma das vítimas da queda do avião da GOL, em 2006, no norte de Mato Grosso. A morte dela tinha completado quase um ano quando a mãe recebeu uma cobrança: Joana teria feito um crediário em uma loja de roupas e ninguém pagou a conta.
“Para nós, para a família, fica esse sentimento de absoluta impotência e incredibilidade mesmo”, conta Maria de Fátima Batalha, mãe de Joana.
Os golpistas ainda tentaram usar o nome e o CPF de Joana pelo menos outras 15 vezes. “Muito difícil de acreditar”, diz Maria de Fátima.
O empresário Marcos Matsunaga, esquartejado pela mulher em 2012, é o morto mais visado pelos criminosos. Foram 73 tentativas de fraude usando o nome dele, em 10 estados e no Distrito Federal, e que aconteceram em menos de dois anos e meio depois do crime.
A informação faz parte de uma pesquisa inédita feita nos seis primeiros meses do ano pela Serasa Experian. Antes de realizar uma venda, comerciantes consultam a Serasa para saber se a pessoa está com o nome sujo na praça.
Geralmente gente rica, famosa, costuma pagar as contas em dia e conseguir crédito mais fácil. É o que atrai os golpistas, que falsificam os documentos para se passar por outra pessoa.
Eduardo Campos, o candidato a presidente da República, que morreu há apenas dois meses na queda do jatinho em que viajava, também virou alvo. Usando o CPF e o nome dele, criminosos tentaram fazer pelo menos 20 compras em seis estados e no Distrito Federal.
Uma dica simples poderia reduzir as fraudes contra os mortos. “Mesmo em um processo dolorido, assim que possível ir na Receita Federal e fazer o cancelamento daquele CPF”, explica Marcelo Keligiae, presidente da Unidade de Combate a Frauda da Serasa.
Mas como os golpistas conseguem informações que deveriam ser sigilosas? Segundo a Serasa, é preciso ficar atento principalmente a telefonemas e e-mails que dizem ser de bancos, operadoras de celulares e lojas e pedem para você confirmar nome e CPF.
“Muitas vezes esses e-mails são para promoções, concursos, e não são idôneos. Ele pode até abrir uma empresa em seu nome. E você às vezes vai descobrir isso muitos anos depois”, destaca Marcelo Keligiae.
A pesquisa da Serasa tem uma informação importante sobre o perfil mais comum das vítimas do golpe do CPF. A maioria não é super-rica e não morreu. O principal alvo dos fraudadores são homens entre 25 e 59 anos, que ganham entre um e cinco salários mínimos.
“A gente não pode deixar de falar que, muito provavelmente, eles tomam pouco cuidado com os seus documentos. Deve proteger seu CPF da mesma forma como protege um cartão de crédito ou uma conta corrente”, afirma Keligiae.
Um outro dado da Serasa mostra a dimensão do golpe do CPF, contra vivos e contra mortos: em setembro, a cada 14,7 segundos ocorreu uma tentativa de fraude no Brasil. “Eu sou refém do golpista que usa o meu CPF. Se ele não for pego, ele vai continuar fazendo. Então, provavelmente, eu vou continuar tendo problemas assim”, completa Sergio de Almeida Campos.

20/10/2014 07h06 - Atualizado em 20/10/2014 08h13 Polícia retoma negociações e tenta por fim à rebelião em Maringá

Dois agentes penitenciários são mantidos reféns desde domingo (19).
Vinte presidiários exigem transferências para outras unidades do estado.

A polícia retomou as negociações na tentativa de acabar com a rebelião na Penitenciária Estadual de Maringá (PEM), no norte do Paraná, às 7h desta segunda-feira (20). Desde as 17h30 de domingo (19), dois agentes penitenciários são mantidos reféns por dezenas de detentos. Conforme a Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju), os detentos exigem transferência de 20 prisioneiros: 8 para a Região Metropolitana de Curitiba, 8 para Londrina e mais 4 para Foz do Iguaçu.
A Polícia Militar (PM) e o Departamento de Execução Penal do Estado do Paraná (Depen) atuam nas negociações, que foram suspensas no final da noite de domingo. Não há informações sobre feridos.

TCE rejeita prestação de contas da Prefeitura de Mirandiba do exercício de 2012

DrBartolomeu TCE rejeita prestação de contas da Prefeitura de Mirandiba do exercício de 2012A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) emitiu parecer recomendando ao Legislativo de Mirandiba, no Sertão, a rejeição das contas do então prefeito Bartolomeu Barros, relativas ao exercício financeiro de 2012. O relator do processo, conselheiro Marcos Loreto, teve seu voto aprovado por unanimidade dos membros da Câmara de julgamento.
Foram apontadas as seguintes irregularidades: despesa total com pessoal do município, durante todo o exercício financeiro, acima do limite de gastos de 54% de comprometimento da Receita Corrente Líquida (RCL) Municipal, a qual corresponde ao somatório de todas as receitas que entram efetivamente nos cofres da prefeitura, num dado período. Também foi observado, no exercício de 2012, o recolhimento a menor das contribuições previdenciárias devidas à Receita Federal do Brasil. O pagamento intempestivo de tais obrigações gerou uma dívida cujo montante total foi de R$ 500 mil.
Além disso o prefeito, no período auditado, infringiu o artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) ao contrair despesas nos dois últimos quadrimestres de seu mandato que não seriam liquidadas até o final de sua gestão à frente da prefeitura. Por essas razões foi emitido parecer prévio, recomendando ao Legislativo a rejeição das contas, e foram feitas as seguintes recomendações: realizar corretamente os registros contábeis a fim de evitar distorções e inconsistências nos demonstrativos contábeis; enviar os relatórios resumidos de Execução Orçamentária e os de Gestão Fiscal com os valores corretos e respaldados pela contabilidade; adotar mecanismos de controle com vistas a minimizar o risco de crescimento dos compromissos de longo prazo que venham a comprometer o equilíbrio das finanças municipais, em especial os de natureza previdenciária; providenciar o recolhimento integral e tempestivo das contribuições devidas à Previdência; Evitar dívidas de curto prazo sem lastro financeiro, que afetam o equilíbrio das contas públicas; realizar uma gestão fiscal transparente, inclusive com serviços de informações ao cidadão devidamente estruturados; Atentar para alimentação do Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres) em tempo hábil, com dados corretos e completos, entre outras. As informações são do TCE-PE.

Dilma e Aécio estocaram material para debate da Globo

Debate de presidenciáveis na Record
 
Dilma Rousseff e Aécio Neves no debate da Rede Record
Ricardo NoblatNo debate da Record entre os candidatos a presidente da República, o mais interessante aconteceu durante os intervalos: um comercial da campanha de Aécio onde se ouve a voz de Dilma, em entrevista antiga à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, elogiando seu atual adversário.
O comercial foi ao ar mais de uma vez, pegando os espectadores de surpresa. Dilma diz que Aécio era um dos melhores governadores de Estados. Comercial matador, como gostam de dizer publicitários em geral e marqueteiros em particular.
No mais, foi um debate sem graça, morno quase frio. Os dois candidatos maneiraram depois de um debate sanguinolento como foi o do SBT na última quinta-feira. Aécio, claramente, não queria dar motivos para que o acusassem de desrespeitar uma mulher. Mediu cada palavra que disse.
Dilma foi mais afoita. Deveu-se ao seu temperamento. Sempre que pode, deu estocadas em Aécio. Mas nada capaz de esquentar os ânimos – nem os de Aécio nem os dela mesma.
Os dois se enfrentaram pelo empate.
Certamente estocaram munição para disparar no debate da próxima sexta-feira, a ser promovido pela Rede Globo de Televisão. Será o último e decisivo debate desta eleição.
Por que decisivo?
Porque tudo indica que os candidatos chegarão empatados às vésperas da eleição. Hoje, conheceremos mais um resultado de pesquisa Datafolha. A da semana passada deixou claro que a eleição será decidida pelos eleitores indecisos – algo como 6% do total.
No primeiro turno, segundo o Datafolha, 8% dos eleitores disseram ter escolhido em quem votar quando faltava uma semana para isso. No sábado, véspera do dia da eleição, 6% escolheram seu candidato. E no domingo, 9%.
Portanto, salvo se o acaso fizer uma surpresa, somente no domingo à noite, pouco depois das 20h, horário de Brasília, saberemos quem se elegeu presidente. Até lá, haja coração!

Aécio garante que priorizará investimentos para Nordeste

aécio 640x427 Aécio garante que priorizará investimentos para NordesteDo candidato a presidente da República, Aécio Neves (PSDB), durante campanha em Salvador (BA), neste fim de semana, ressaltando que vai priorizar investimentos para a região Nordeste: “Quero ser lembrado como o presidente do Nordeste brasileiro”. (Foto: Paulo Azevedo/divulgação)

Dilma admite desvio na Petrobras e diz que busca ressarcimento ao país

A presidente Dilma Rousseff afirmou neste sábado (18) que houve desvio de recursos públicos da Petrobras. A candidata à reeleição pelo PT disse ainda que tomará "todas as medidas para ressarcir tudo e todos". "Agora ninguém sabe hoje ainda o que deve ser ressarcido. A chamada delação premiada, onde tem todos os dados mais importantes, não foi entregue a nós. Eu até pedi, como vocês sabem. Pedi tanto para o Ministério Público quanto para o ministro do Supremo [Tribunal Federal], Teori Zavascki. Ambos disseram que ainda estava sob sigilo. Agora ressarcir, eu farei todo o meu possível para ressarcir o país. Se houve desvio de dinheiro publico, nós queremos ele de volta. Se houve [desvio], não. Houve, viu?", declarou Dilma Rousseff. Questionada sobre a inclusão pelo ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa do nome do ex-presidente do PSDB Sérgio Guerra (morto neste ano) entre políticos que receberam dinheiro desviado da Petrobras, a presidente Dilma afirmou que não acha que ninguém no Brasil tenha "primazia da bandeira da ética". "O retrospecto do PSDB não lhe dá essa condição. Quem cometeu crime, delito ou malfeito deve pagar por isso. Ninguém está acima de suspeita no Brasil. Quem não cumprir princípios éticos com dinheiro publico, devem pagar por isso. É interessante notar que os vazamentos seletivos acontecem para todos os lados. Isso não é bom. Não vou comemorar nada. O pau que bate em Chico também bate em Francisco. Essa é uma lei", afirmou a candidata do PT. Durante debate na TV nesta semana, Dilma já havido feito uma pergunta a Aécio sobre a denúncia de que o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, em depoimento ao Ministério Público, havia afirmado que deu propina ao ex-presidente do PSDB para esvaziar uma Comissão Parlamentar de Inquérito destinada a investigar a Petrobras em 2009. Na resposta, Aécio disse que, pela primeira vez, a presidente reconhecia denúncias de Paulo Roberto Costa, que fez acordo de delação premiada e, em troca de prisão domiciliar, passou a colaborar com a Justiça nas investigações sobre corrupção na Petrobras. "Se a senhora não tem receio, por que seu partido impediu que o senhor Vaccari fosse à CPI"?, disse Aécio, referindo-se ao tesoureiro do PT, que, segundo depoimentos de Costa, também se beneficiou de propinas de contratos. Dilma Rousseff declarou que, daqui para frente, a não ser que seja informada pelo Ministério Público ou pelo juiz, não tem medida nenhuma a tomar. "Não sei se vocês sabem, mas não é o presidente quem processa. Quem processa são os órgãos, como o Ministério Público, e quem julga é o juiz", afirmou. (Informações: G1)

Tucanos reagem a ''baixarias'' de Lula em Minas Gerais

Partido critica papel exercido pelo ex-presidente, que assumiu a tarefa de fazer ataques pessoais a Aécio. Surge 'Fernando Lula de Melo', diz vice tucano

Gabriel Castro, de Belo Horizonte
Luiz Inácio Lula da Silva participa de comício com Fernando Pimentel (PT),governador eleito do estado de Minas Gerais em primeiro turno, na praça Duque de Caxias, Belo Horizonte (MG)
Luiz participa de comício com Fernando Pimentel (PT),governador eleito do estado de Minas Gerais, na praça Duque de Caxias, Belo Horizonte (MG) (Alex Douglas/O Tempo/Folhapress)
Veja
O PSDB reagiu neste sábado aos ataques e insultos proferidos pelo ex-presidente Lulacontra o tucano Aécio Neves, em um comício realizado durante a manhã em Belo Horizonte. Candidato a vice na chapa de Aécio, o senador Aloysio Nunes Ferreira emitiu uma nota em que critica a postura do ex-presidente. "No momento em que se pede para elevar o nível do debate, o ex-presidente Lula dá as mais baixas declarações em uma campanha presidencial da história", diz a nota. O tucano atribui a postura de Lula ao "desespero" e ao risco de perder a eleição. Aloysio diz que o episódio deste sábado são mais graves que os de Fernando Collor contra Lula em 1989: "Acaba de surgir um novo personagem na política brasileira. Falta só definir um nome: Fernando Lula de Melo ou Luiz Inácio Collor da Silva."
No ato deste sábado, Lula afirmou que Aécio costuma "partir para cima agredindo" mulheres. Também mencionou o episódio em que o tucano se recusou a soprar o bafômetro em uma blitz. Lula chamou Aécio de "filhinho de papai", o comparou a Fernando Collor - o mesmo que hoje sobe em palanques com Dilma Rousseff. Lula ainda ouviu, sem se pronunciar, militantes fazendo menção ao uso de drogas por parte do tucano.

domingo, 19 de outubro de 2014

Super organizado adesivaço pró-Aécio em Araripina, movimenta o sábado(18)

Aécio Neves 45 para Presidente

Os Araripinenses organizaram um evento pró-Aécio nesta tarde de sábado no Posto Gui, com uma equipe adesivando os carros com grandes adesivos perfurados para vidros e outras equipes com adesivos menores.
A adesão foi em massa, dezenas de carros foram adesivados e centenas de materiais gráficos foram distrbuídos para uma população que acredita que repetir o atual comando do Brasil não é uma boa idéia.
O movimento não foi coordenado por um grupo político A ou B da nossa Cidade, e sim de pesssoas que não acreditam na continuação da política negativa e obscura do nosso Brasil.

Injúria e difamação: Aécio decide processar Dilma

 O candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves, decidiu neste sábado (18) processar a presidente Dilma Rousseff por injúria e difamação, após a veiculação pelo PT de um anúncio de televisão em que os petistas sugerem que ele desrespeita as mulheres.
"Aécio tem mostrado dificuldades em respeitar as mulheres", afirma a peça de 30 segundos, que exibe cenas de um debate do primeiro turno das eleições, em que Aécio chamou a adversária Luciana Genro (PSOL) de "leviana" com o dedo em riste, e de outro em que ele usou o mesmo termo ao se dirigir a Dilma.
A campanha tucana anunciou também que entraria neste sábado com ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para tentar tirar do ar o anúncio da campanha do PT.
Em nota, a assessoria de Aécio afirma que "o PT, maliciosamente e com mentiras, acusa o candidato de ser intolerante com o gênero feminino, o que atinge sua honra de forma covarde. Mais uma vez, a candidata Dilma Rousseff age de forma leviana, transformando o que deveria ser a discussão de propostas em ato de terrorismo eleitoral".